Fonte do Gonçalvinho Tinta Roriz 2010

Esta garrafa estava meio esquecida na garrafeira, e quando dei com ela não hesitei em traze-lo para a mesa. Os vinhos da Fonte do Gonçalvinho são já nossos conhecidos e presença habitual na garrafeira. Destacam-se pelo seu caracter muito próprio, não fossem os donos um casal francês com uma paixão pelo vinho, e com uma ótima relação preço/qualidade.
 
O Fonte do Gonçalvinho Tinta Roriz 2010 é um vinho com aromas de fruta vermelha, muito equilibrado, com bom corpo e com um final de boca longo e persistente. É daqueles que quando se dá conta já se olha para o fundo da garrafa e apetece mais um copo. É um vinho bem conseguido, que deu muito prazer ao beber e que sem dúvida ganhou pelo esquecimento na garrafeira. Sem dúvida que o tempo só faz bem ao vinho.


Produtor: Fonte do Gonçalvinho
Região: Dão
Castas: Tinta Roriz
Preço: 8€

2 comentários:

  1. Jerónimo, ainda bem que gostaste. É um dos meus Tinta-Roriz favoritos, especialmente bem feito. Para mim, embora num registo diferente só tem paralelo no Jaen ou no Encruzado, também produzido nesta casa, que bem conheço! O Cuvée e o superior Inconnu, são de outra liga e um dia destes vou tratar das que ainda tenho aqui por casa...

    ResponderEliminar
  2. Um monovarietal de Tinta Roriz, mesmo no Dão, não é um caso muito comum... Lembro-me do Quinta de Lemos e pouco mais! A casta é na teoria, algo difícil de equilibrar num vinho a solo, com a elevada acidez a aconselhar na maioria dos casos o blend com as outras clássicas do Dão, nomeadamente a Touriga Nacional. Por este motivo a tua apreciação é muito interessante, e fica aqui uma sugestão para todos os que pretendem descobrir esta casta a solo!!

    ResponderEliminar

UA-64594990-1