Feira de Vinhos Continente - Setembro de 2017

Amigos enófilos, aqui vos trago uma pequena selecção de opções interessantes na Feira de Vinhos do Continente, que decorre de 19 de Setembro até 15 de Outubro deste ano.

Como habitualmente é apanágio desta Feira, existem alguns negócios potencialmente interessantes, mas não há nenhuma referência que se constitua como uma compra verdadeiramente extraordinária. No entanto, a nossa seleção dá uma pequena ajuda na navegação no meio de tantas páginas repletas de vinhos das várias regiões do país.

Como de costume, boas compras e melhores provas!
Miguel Zegre





Os Bons Vinhos
Vale do Bonfim Tinto - 5,19€ (Douro)
Passa Pequena Tinto - 6,99€ (Douro)
Rocim Tinto - 6,99€ (Alentejo)
Reguengo de Melgaço Alvarinho - 7,49€ (Vinhos Verdes)
Morgado de Sta. Catherina Reserva Branco - 7,69 € (Lisboa)
Adega de Borba Reserva Tinto "Rótulo de Cortiça" - 7,99€
Porta dos Cavaleiros Reserva 2012 Tinto - 8,49€ (Dão)
Rocim Touriga Nacional - 8,75€ (Alentejo)

O Espumante
Montanha Chardonnay & Arinto Grande Cuvée Bruto - 5,49€ (Bairrada)

Os Fortificados
Moscatel de Setúbal Reserva da Família 5 Anos Venâncio da Costa Lima - 6,99€
Offley 10 Anos Vinho do Porto Tawny - 8,99€
Croft Quinta da Roeda Vinho do Porto Vintage 2004 - 29,89€


Nota: artigo publicado no dia 22 de Setembro de 2017

Quinta Várzea da Pedra em Prova



A Quinta Várzea da Pedra é um novo projecto da região de Lisboa, mais particularmente da denominação de origem Óbidos. A valorização desta sub-região tem sido ascendente nos últimos tempos, muito por força do reconhecimento natural ligado à área do turismo. É tempo dos vinhos locais se afirmarem também pela sua qualidade, e este novo projecto é mais um importante alicerce deste ambicioso objectivo.

Trata-se de uma propriedade familiar de 15 ha localizada no Bombarral (região do Oeste), onde a produção de uvas remonta ao importante ano de 1910 (Implantação da República Portuguesa). Mais de um século depois (em 2015), a quarta geração da família requalifica o espaço, modernizando a adega e desenvolvendo a própria marca de vinhos, proveniente de 7,25 ha de vinhas. Os solos são essencialmente argilo-calcários, com a Serra de Montejunto e o Oceano Atlântico a constituirem-se como as principais influências ao carácter marcadamente mineral e fresco dos vinhos que aqui apresentamos.



Um dos rostos mais importantes da Quinta Várzea da Pedra é o de Tomás Emídio, um dos membros da família responsável pela produção, o grande embaixador do projecto e certamente um dos mais entusiastas sobre as qualidades únicas deste terroir. Também Rodrigo Martins (enólogo responsável) se encontra de parabéns, conseguindo aqui um trabalho homogéneo, personalizado e de elevada qualidade.

Aqui vos deixo algumas imagens dos vinhos ligados a este projecto, recolhidas na prova de dia 17 de Julho, que decorreu ao final da tarde na Tasca Phina (Bairro de Alvalade). Trata-se de um gastropub / bar de vinhos, próximo do conhecido restaurante Salsa & Coentros, onde juntaram cerca de três dezenas de convivas para celebrar os vinhos da Quinta Várzea da Pedra. Haverá outras celebrações!

Wineblogger: Miguel Zegre
04-09-2017


Nota: Poderão consultar as respectivas notas de prova no nosso instagram (links em baixo).



     

     
UA-64594990-1