Bye Bye Summer Wine & Beer Party 2018 - 07 de Setembro


No próximo dia 07 de Setembro de 2018, no Jardim do Lisbon Marriott Hotel, realiza-se mais um Bye Bye Summer Wine & Beer Party, que decorre entre as 18:00 e as 23:00.

Esta edição de 2018, tem mais uma vez a chancela da Revista Paixão Pelo Vinho, que garante uma despedida deste Verão bem alegre e animada. Estarão cerca de 300 vinhos e cervejas em prova, pelo que diversidade não vai faltar. Haverá vinhos e cervejas que farão as delícias de todos os presentes, basta provar e encontrar o perfil indicado para cada um!

Nos vinhos, o destaque vai para a presença de produtores de qualidade, eventualmente menos reconhecidos pelos consumidores como Madre de Água (Dão), Ideal Drinks (várias regiões), Herdade Pegos Claros (Península de Setúbal) ou Vinha das Virtudes (Alentejo).

Nas cervejas artesanais, estão confirmadas as presenças de novos players no mercado, como Cinco Chagas, Rafeira, Chica ou Kenga. Tudo para provar com muita atenção!

Os bilhetes encontram-se já disponíveis na ticketline (www.ticketline.sapo.com) e nos outros locais habituais, e incluem o copo de prova para que nada falte aos participantes na próxima sexta-feira.

O desafio está lançado, e este Verão pede uma despedida à altura. Boas provas!!




Artigo publicado a 04 de Setembro de 2018.

Visita a João Portugal Ramos, Estremoz, 19 de Junho de 2018



No passado dia 19 de Junho, o Copo Meio Cheio fez parte de um ilustre grupo de visitantes provenientes da imprensa especializada, que se deslocaram a Estremoz à novíssima adega do produtor João Portugal Ramos. Esta visita, convocada pelo produtor, foi acompanhada por diversos elementos da equipa e pela própria família Ramos, com destaque para a nova geração (os dois filhos de João Portugal Ramos) que se encontra já completamente integrada no projeto. A família, pedra basilar da sociedade, alicerça aqui este projeto e dá-lhe garantias para um futuro (muito) risonho.

Falamos de um projeto que explora cerca de 600 ha de vinhas (entre próprias e arrendadas) e que exporta aproximadamente 60% da produção para diversos mercados externos. A João Portugal Ramos alberga cerca de 140 colaboradores presentes em 4 regiões do país: Vinho Verde, Douro, Beiras e Alentejo. Trata-se de um dos grandes projetos nacionais, que dá ao mundo vinhos de reconhecida qualidade, dos quais destacaria o Marquês de Borba Reserva Tinto, o Duorum Reserva Vinhas Velhas ou o Quinta de Foz de Arouce Vinhas Velhas de Santa Maria.

Esta visita teve o propósito de apresentar algumas novidades no portefólio, e também de apresentar oficialmente o novo projeto e em particular a nova adega, uma (grande) ampliação conseguida a partir da anteriormente existente. As diversas alterações introduzidas em todo o espaço interior e exterior, inseridas numa projeção financiada por fundos europeus, ascende a mais de 5 milhões de euros, e vai receber todas as operações da empresa. Todos os vinhos da operação João Portugal Ramos vão passar a ser engarrafados aqui em Estremoz, rotulados e embalados, num volume de produção estimado em cerca de 6 milhões de garrafas por ano, impressionante.

A visita começou junto dos novos lagares que estão a ser construídos, e avançou por toda a adega e espaços adjacentes. Depois de podermos assistir ao robótico funcionamento da linha de engarrafamento (naquele dia estava programado o engarrafamento de cerca de 26.000 unidades), e ainda ao artesanal e minucioso enchimento de garrafas Jeroboam (3 litros ou double-magnum) de Marquês de Borba Vinhas Velhas Tinto 2016, a animada visita culminou num pequeno terraço com vista privilegiada sobre a propriedade, onde todo o grupo foi recebido com um copo do Marquês de Borba Espumante Bruto Natural Rosé 2014 e algumas iguarias típicas da região alentejana, onde não faltaram o pão, o queijo, enchidos e empadas deliciosas.

Avançámos em seguida para o almoço, onde foi apresentada em primeira mão a nova imagem da marca Marquês de Borba, melhorada relativamente ao conceito anterior (já de si distinto e bem conseguido). Foram provados (e aprovados) quatro vinhos, as novidades Marquês de Borba Vinhas Velhas Branco 2017, Colheita Tinto 2017 e Vinhas Velhas Tinto 2016 e depois para finalizar com chave de ouro, o Duorum Porto Vintage 2007. Poderia ser melhor?

Aqui ficam as breves notas de prova dos novos vinhos degustados, com a promessa de regresso a esta extraordinária casa alentejana, sede de grandes vinhos portugueses e mundiais. Até breve!

Marquês de Borba Vinhas Velhas Branco 2017 (13€) - lote de Arinto, Antão Vaz, Alvarinho e Roupeiro, aroma rico e complexo, muito sedutor no envolvimento entre as notas cítricas (toranja) e minerais (xisto), vivo e alegre, corpo pronunciado na boca, temos branco untuoso, com volume, fresco e elegante, excelente estreia. 17,0 pontos

Marquês de Borba Vinhas Velhas Tinto 2016 (13€) - lote de Alicante Bouschet, Aragonês, Castelão e Syrah, muito atrativo nos aromas frutados, ligeira tosta da barrica, fruto preto, especiarias doces e ervas aromáticas, taninos presentes mas arredondados, uma aresta que lhe fica bem, final longo, potencial para evolução muito positiva em garrafa. 17,0 pontos

Marquês de Borba Colheita Tinto 2017 (5€) - lote de Aragonês, Trincadeira, Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Petit Verdot e Merlot, leve e distinto no nariz envolvido em groselha preta, equilibrado no perfil de boca, elegante, muito saboroso no final, preço incrível... 16,5 pontos











UA-64594990-1