Duelo Bairrada-Alentejo

Estavam em cima da mesa dois belos vinhos e que prometiam dar que falar...

O primeiro a ser servido foi o Quinta do Ribeirinho 1ª Escolha 2003 do Luis Pato, 50% Baga e 50% Touriga Nacional. Esta conjugação entre a Baga e a Touriga torna este vinho bastante gastronómico e muito equilibrado, com um prolongado e persistente. O melhor da Touriga nos aromas, e o melhor da Baga com a longevidade, complexidade e taninos presentes. Sou apreciador confesso dos vinhos da Bairrada, e por isso dá-me sempre enorme prazer estes vinhos.

O segundo foi o Aragonez 2007 da Cortes de Cima feito com 100% Aragonez. Os quase 6 anos não se fizeram sentir, pelo contrario, penso que esta em pleno ponto de consumo. Um vinho muito intenso, fresco, e envolvente, mostrando-se igualmente um opimo companheiro para a mesa. Só vejo um problema com este vinho, e com os restantes que a Cortes de Cima produz e que já tive a oportunidade de provar em várias ocasiões, o preço que ronda os 12-15 euros... tirando isso estamos perante um opimo exemplar desta casta em Portugal.

No final ainda foi um Poças Colheita 1997, mas isso fica para outra altura.... muito para falar...



Sem comentários:

Enviar um comentário

UA-64594990-1