Adegga Summer Wine Market 2012 - Artigo 2/3

Sociedade Vitícola Foz do Távora (Quinta do Filoco) - Douro
A família Macedo detém a Sociedade Vitícola Foz do Távora, um produtor duriense situado em Tabuaço, na sub-região do Cima Corgo, entre as margens dos rios Távora e Douro. A propriedade mais emblemática é a Quinta do Filoco, embora outras quintas contribuam para um total de 130 ha de vinha explorados pela empresa. Características como diferentes altitudes que variam entre 50 e 550 metros ou a boa exposição solar, conferem à Quinta do Filoco condições óptimas para a obtenção de vinhos de grande qualidade, entre brancos a partir de Malvasia Fina, Viosinho e Rabigato, ou tintos a partir de Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca, Tinta Barroca, Tinto Cão ou Sousão.

No Adegga Summer Wine Market 2012, foi possível fazer uma extensa prova da maioria dos vinhos da Quinta do Filoco, cujo evidente patamar qualitativo justificou de forma evidente este texto. Aqui ficam as notas de prova:
 


 
Filoco 2011 Branco
Vinho branco obtido a partir das castas Rabigato, Viosinho e Malvasia Fina. Muito aromático, floral, notas de hortelã-pimenta. Na boca é envolvente, mostrando algum corpo, boa acidez, mineralidade e final de bom comprimento. Um branco que cumpre as expectativas e revela alguma versatilidade nos momentos de consumo.
 
Filoco Reserva 2009 Branco
Neste lote entram as mesmas castas presentes no Filoco 2011 Branco, embora aqui o processo de vinificação envolva a utilização de madeira nova de carvalho francês durante 6 meses (recurso à bâtonnage sobre as borras finas). No nariz mostra-se complexo, sugestão de pimento verde, leve fumo. No palato é mais elegante, volumoso e equilibrado, terminando em suaves notas vegetais. Um branco duriense que mostra alguma personalidade e agradável complexidade, podendo harmonizar com pratos mais elaborados focados nos peixes gordos (salmão, cherne ou garoupa), caça ou aves. (Preço recomendado: 8,90 € no El Corte Inglês).

Quinta do Filoco Reserva 2007 Tinto
Lote clássico duriense obtido a partir de Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz. Apresenta cor intensa rubi e aromas complexos onde pontificam as notas florais, a fruta madura, os fumados ou as notas balsâmicas, muito cativante. Na boca é encorpado, volumoso e especiado, mostrando muita vivacidade e taninos harmoniosos, antes de terminar focado nos frutos vermelhos maduros com média persistência. Um tinto duriense que coloca alta a fasquia para o restante portefólio do produtor, bem conseguido e que será certamente apreciado por todos. Mostra bom nível e é uma aposta garantida em qualquer mesa. Relação preço-qualidade excelente! (Preço recomendado: 8,90 € no El Corte Inglês).

Quinta do Filoco Grande Reserva 2007 Tinto
Este tinto resulta de um lote bivarietal entre a Touriga Nacional e a Touriga Franca. Aromaticamente revela-se de imediato, muita austeridade, o Douro bem vincado, frutos silvestres, amora, cacau, sugestão de café e algum floral. Na boca é de uma intensidade marcante, volumoso, encorpado e muito fresco. O equilíbrio no palato é a nota dominante. Fizeram-se apenas 3.333 garrafas, pelo que aconselho vivamente a prova antes que desapareça do mercado, apesar da gama de preço elevada... Um tinto perfeito para os pratos mais complexos e intensos do douro vinhateiro, como o cabrito no forno a lenha... (Preço recomendado: 23,90 € no El Corte Inglês).


Quinta do Filoco Grande Reserva Touriga Nacional 2009 Tinto
O único monovarietal da Quinta do Filoco, aposta na casta mais emblemática das autóctones tintas nacionais para fazer história. A cor é de granada intenso e nos aromas apresenta um bouquet complexo e sedutor, algumas ervas aromáticas como manjericão. No paladar os taninos evidenciam-se ainda com uma pujança que não deixa ninguém indiferente, é encorpado, cheio de especiarias, muito vivo e termina com uma persistência só ao alcance de vinhos de excepção...

Deste néctar engarrafaram-se cerca de 1.300 unidades, sendo por isso algo raro... Um Touriga Nacional diferente do perfil a que estaremos habituados, mas que é inolvidável. Passou para o meu top de vinhos nacionais. (Preço recomendado: 23,90 € no El Corte Inglês).
 

Como última nota, queria agradecer a possibilidade que tivemos de fazer esta prova tão completa, que nos permitiu apreciar devidamente o trabalho feito por este produtor até ao momento. São vinhos de carácter Douro, focados na qualidade, perceptível em toda a gama. É destes vinhos que o Portugal Vinhateiro se constrói nos mais altos patamares!

Sem comentários:

Enviar um comentário

UA-64594990-1