Herdade do Freixo

Por mais pormenorizada que seja o meu relato aqui sobre a recente visita à Herdade do Freixo, ou por mais fotografias que aqui possa publicar, não serei capaz de fazer verdadeira justiça, e só uma visita poderá desfazer todas as dúvidas e mostrar todo o esplendor deste local.

Mas vamos começar pelo principio. A Herdade do Freixo, localizada na Aldeia do Freixo entre a Serra D'Ossa e Évora, em pleno Alentejo, têm cerca de 300 hectares e conta atualmente com 26 hectares de vinha na maioria castas tintas como a Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Alicante Bouschet, Petir Verdot e Syrah, e uma menor quantidade de castas brancas como o Arinto, Sauvignon Blanc, Alvarinho, Chardonnay e Riesling. Durante o ano de 2017 está prevista a plantação de mais 9 hectares de vinha, totalizando 23 hectares de vinha com castas tintas e 12 hectares de vinha com castas brancas. Outra das características da herdade é a existência de enumeras oliveiras, muitas delas com mais de 500 anos e até mais de 1000 anos, e que num futuro poderá dar origem a uma pequena produção de azeite "centenário", quem sabe.

Este projeto nasceu do sonho e da visão de Pedro Vasconcellos e Souza. Enólogo experiente e apaixonado pela natureza, quis criar algo diferenciador nos vinhos alentejanos, e para isso desenhou e concretizou um projeto que, para além todo o respeito pela natureza e pela envolvência, culminou com a construção de uma adega em que nada foi deixado ao acaso. Falo de uma adega totalmente subterrânea, até 40 metros de profundidade, e que à primeira vista se confunde com a paisagem uma vez que ficará totalmente coberta por vinhas. É uma verdadeira obra arquitectónica, simples na aparência mas complexa na forma como opera ao empregar modernas técnicas de vinificação em todo o processo. Ao entrarmos na adega somos conduzidos por uma rampa em espiral ao longo de 3 andares, por onde passamos pela sala de provas até chegarmos ao piso onde se localiza a sala das barricas e a toda a zona de vinificação. O cuidado e a atenção com todos os detalhes é notório por toda a adega e por todos os espaços por onde vamos passando.

Os vinhos. Atualmente são produzidos 3: Freixo Reserva Branco, Freixo Reserva Tinto e o Freixo Family Collection Tinto. O Freixo Reserva Branco é elaborado a partir das castas Arinto, Alvarinho e Sauvignon Blanc, que se apresenta com um bom nariz marcado por notas tropicais, boa mineralidade, madeira bem integrada e com uma ótima relação preço/qualidade (PVP 10,5€). Na colheita de 2015 foram produzidas apenas 6600 garrafas do Freixo Reserva Branco. O Freixo Reserva Tinto é elaborado a partir das castas Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet e apresenta-se com uma ótima frescura, taninos afinados, madeira bem integrada, sendo bastante gastronómico, e com uma boa relação preço/qualidade (PVP 17,5€). De realçar que o Reserva Tinto também está disponível em garrafas de 0,375cl. No caso do Freixo Family Collection Tinto, elaborado a partir as castas Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Alicante Bouschet e Petit Verdot, apresenta um perfil mais maduro e elegante, com mais corpo e fruta bem presente, resultado de um estágio de 14 meses em barrica e 8 meses em garrafa. Um vinho que só ganhará com o tempo em garrafa. Sendo o topo de gama da Herdade, o Freixo Family Collection tem um preço a condizer (PVP 34€). Todos os vinhos apresentam um perfil muito diferente do perfil comum dos vinhos alentejanos, o que revela um dos objetivos deste projeto em criar algo diferenciador. Vamos aguardar com expectativa os próximos projetos que saírem desta adega.

A Herdade do Freixo já está aberta para visitas e dispõe de serviço de enoturismo, e nós aconselhamos vivamente.


















Resta-me agradecer à Maria Helena pelo convite e ao Pedro Souza e à sua equipa toda a hospitalidade e simpatia com que nos receberam.

Mais informações em www.herdadedofreixo.pt/

Sem comentários:

Enviar um comentário

UA-64594990-1