O colosso de Palmela

Do dicionário da Lingua Portuguesa...

(Etm. do grego: kolossós; do latim: colossu)
n.m.
1. Escultura de grandeza gigantesca;
2. Designação de indivíduo ou animal de enorme força ou altura; o mesmo que gigante ou titã;
3. Denominação de indivíduo ou corporação com enorme poder.



Podia juntar aqui, vinho de ENORME poder e vigor, com anos pela frente, SE o idiota do proprietário de supra-citada garrafa, não fosse um asno sôfrego de bons néctares, após uma exaustiva jornada de trabalho.


Tenho quase a certeza que a Porto Editora, não reconheceria os méritos académicos desta dissertação, mas pelo menos ficáva-lhes bem uma foto desta garrafa, em vez da clássica foto do Colosso de Rodes.

Pela minha parte, penitencio-me eternamente por ter aberto este impressionante e gigantesco vinho, mas o repasto, merecia uma enormidade destas.

 Bifes da Vazia, com um pouquinho de sal e alguma pimenta...

Resta-me ir pedinchar á porta da adega Assis Lobo, se me arranjam mais uma destas.


Desde já prometo, que tão cedo não lhe mexo. Prometo!




colosso
nome masculino
1. estátua de grandeza extraordinária
2. pessoa ou animal de grande força e estatura; gigante
3. pessoa ou instituição com muito poder
(Do grego kolossós, «idem», pelo latim colossu-, «idem»)

colosso In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013. [Consult. 2013-08-01].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/lingua-portuguesa/colosso;jsessionid=kZWLYF4LJwgHug20LrpMtg__>.
colosso
nome masculino
1. estátua de grandeza extraordinária
2. pessoa ou animal de grande força e estatura; gigante
3. pessoa ou instituição com muito poder
(Do grego kolossós, «idem», pelo latim colossu-, «idem»)

colosso In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013. [Consult. 2013-08-01].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/lingua-portuguesa/colosso;jsessionid=kZWLYF4LJwgHug20LrpMtg__>.

1 comentário:

  1. Amigo Pedro, nestas coisas do vinho o saber esperar, mais que uma virtude, é um imperativo na grande maioria dos casos. Mas é igualmente verdade, que a definição do suposto momento ideal para a abertura de determinada garrafa é uma exercício de futurologia que ora corre bem, ora corre mal.

    Todos os enófilos passam por este momento que é, na minha opinião, parte fundamental da magia do vinho. Por isso não te penitencies em demasia, o que é importante é que te tenha sabido bem :-)) Só acho mal não a teres partilhado comigo!!!

    ResponderEliminar

UA-64594990-1